Mercado Bitcoin lança R$ 3,5 milhões em tokens de precatórios

banner-arrow

O quinto token de precatórios do MB Digital Assets (MBDA), unidade de ativos digitais do MB, tem rentabilidade anual estimada de 21,12%

 

São Paulo, julho de 2021 – O MBDA, unidade do Mercado Bitcoin que desenvolve ativos digitais baseados em ativos reais ou mobiliários, acaba de lançar R$ 3,5  milhões em tokens de precatórios do Estado de São Paulo. Com esse lançamento, o MBDA chega ao quinto token lastreado nesses títulos, num total de R$ 22,5 milhões.

O novo token, que representa uma lista de 13 precatórios, terá valor unitário de R$ 100. Com isso, investidores do varejo poderão ter acesso a um produto de alto retorno que estava disponível apenas para investidores qualificados ou institucionais. Num cenário base, o token terá uma rentabilidade anual estimada em 21,12%, com o primeiro precatório da cesta sendo pago em dezembro deste ano e o último em dezembro de 2025.

Precatório é um título que representa o reconhecimento judicial de uma dívida da União, estados ou municípios com uma pessoa física ou jurídica. Ao ganhar uma causa na justiça a respeito de pagamento de salário, por exemplo, a pessoa física passa a deter este título, que é corrigido pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) até ser pago. No entanto, algumas pessoas ou empresas preferem não esperar o pagamento e vendem os precatórios para investidores ou fundos de investimento com um desconto.

Segundo Ronaldo Faria, diretor do MBDA, para chegar a esses 13 precatórios, houve um processo rigoroso de seleção para determinar a legalidade desses ativos e o prazo em que devem ser pagos pelo Estado de São Paulo. “O token, que tem valor unitário muito baixo, é uma oportunidade para o pequeno investidor ter acesso a um produto financeiro de alto retorno, que bancos e gestoras costumam disponibilizar apenas para o segmento da alta renda ou para investidores institucionais.”

Para serem adquiridos pelo Mercado Bitcoin, os precatórios foram selecionados por um time de advogados, consultores e especialistas e, em seguida, custodiados em uma SPE, sociedade de propósitos específicos. A própria exchange e o MBDA investem no token. A partir do dia 12 de agosto, o novo token também poderá ser negociado no mercado secundário dentro da plataforma. Ou seja, os investidores não precisarão ficar com os tokens até o último precatório ser pago.