2TM amplia presença no mercado de NFTs com investimento estratégico na Block4

banner-arrow

Grupo, que controla Mercado Bitcoin, fecha  com plataforma de colecionáveis digitais de produtores de conteúdo depois de dois investimentos no segmento de arte em NFTs

 

São Paulo, novembro de 2021 – A 2TM, holding que controla o Mercado Bitcoin, maior exchange de criptoativos da América Latina, e mais oito empresas, está aumentando a sua presença no segmento de NFTs. Depois dos investimentos na Tropix e na Fingerprints DAO no mês passado, a 2TM adquiriu uma participação na Block4, uma plataforma de colecionáveis digitais que trabalha com produtores de conteúdo do mundo do entretenimento, como esportes, música e influenciadores. As inúmeras aplicações das NFTs pavimentam o caminho para um crescimento exponencial, reforçando o interesse estratégico de atuação da 2TM nesse mercado.

Segundo o DappRadar, site que compila dados para aplicações baseadas em blockchain, as vendas globais desses tokens chegaram a US$ 10,7 bilhões no terceiro trimestre deste ano (versus US$ 1,3 bilhão no segundo trimestre). As NFTs permitem o registro de direitos autorais sobre imagens, arte, itens colecionáveis, e até bens 100% oriundos do mundo virtual. Vão desde o mundo dos esportes até o das artes, da NBA às ligas europeias de futebol, da arte tradicional à arte digital.

A Block4 foca na criação de produtos customizados para comunidades de fãs e colecionadores, em um modelo White Label. “Trabalhamos com clubes de futebol, artistas, marcas e criadores de conteúdo de maneira ampla para criar mais um canal de relacionamento e monetização das suas comunidades. Oferecemos experiências digitais que podem se conectar com outras aplicações em blockchain e com eventos no mundo físico para gerar muito mais engajamento com os fãs”, destaca Thiago Canellas, CEO da Block4, que lançou sua primeira plataforma com o empresário Alexandre Badolato, colecionador de carros e maior vendedor individual de NFTs do Brasil, através de sua parceria com a empresa.

A nova operação amplia o leque de serviços e produtos que o grupo pode oferecer para seus clientes e tem um caráter estratégico, pois proporciona a expansão do público da 2TM, fazendo com que os fãs desses produtores de conteúdo se tornem mais afeitos ao mundo da blockchain e criptoativos, explica Roberto Dagnoni, CEO da 2TM. “Nós vemos uma enorme sinergia da Block4 com o Mercado Bitcoin. Poderemos criar parcerias, desenvolver produtos em conjunto e distribuir esses tokens na nossa plataforma. Ou seja, essa participação na Block4 segue o mesmo raciocínio dos demais negócios que fechamos no segmento: empresas que atuam num mercado em forte expansão e que têm sinergia com o nosso ecossistema”, diz o executivo.

Os investimentos visam conectar a 2TM com as melhores empresas e aos especialistas de cada segmento, já que é impossível dominar todos os temas, explica Fabricio Tota, diretor de novos negócios do Mercado Bitcoin. “As possibilidades da tecnologia blockchain são amplas e todos os dias surgem novos produtos e modelos de negócios. Acreditamos que a especialização é importante e queremos fomentar um ecossistema de inovação. Hoje, no Brasil, há players relevantes dedicando-se ao mercado de NFTs e que já estão conectados com outros ecossistemas, como as artes, no caso da Tropix, ou de colecionáveis digitais, no caso da Block4”, diz Tota.

Esse movimento reafirma a visão da 2TM; oferecer a seus clientes a plataforma mais ampla no que tange a criptoativos e outros produtos e serviços baseados na tecnologia de Blockchain, atuando diretamente, ou por meio de parcerias estratégicas.

O investimento também faz parte da estratégia de crescimento traçada pela 2TM depois de receber um aporte de US$ 200 milhões do Softbank em julho. A captação transformou o grupo em um unicórnio avaliado em US$ 2,1 bilhões.