Mercado Bitcoin termina outubro com alta de 40% no volume de negócios

banner-arrow

Negociação ganha impulso com a valorização do Bitcoin e de outros criptoativos

 

São Paulo, novembro de 2021 – O Mercado Bitcoin, a maior exchange de criptoativos da América Latina, terminou outubro com uma expansão de quase 40% no volume de negócios, em comparação ao mês de setembro. O Bitcoin (BTC) e o Ethereum (ETH), que foram as criptomoedas mais negociadas, se valorizaram cerca de 50% cada uma no mês passado e ajudaram a puxar os negócios.

O volume de negócios chegou a R$ 4,44 bilhões em outubro, contra R$ 3,19 bilhões em setembro. O Bitcoin respondeu por 21,48% do volume de operações do Mercado Bitcoin no mês passado, enquanto que o Ethereum, foi a segunda criptomoeda mais negociada, com uma participação de 10,44%.

“A disparada do Bitcoin após a SEC, a CVM americana, aprovar dois ETFs de futuro de Bitcoins acabou tendo um impacto positivo sobre todo o mercado e puxou também a negociação dentro da nossa plataforma”, explica Fabricio Tota, diretor de novos negócios do Mercado Bitcoin. “E, apesar dessa alta, os investidores ainda operam  na expectativa de que a SEC irá aprovar um fundo de ETF que atue no mercado spot.”

O executivo lembra ainda que outra criptomoeda teve um desempenho “acima da curva” em outubro, a Decentralanda (MANA), com uma valorização de incríveis 314%. A criptomoeda, que está ligada ao conceito de metaverso no jogo Decentraland, foi impulsionada pelo recente posicionamento do Facebook sobre o tema.